Sobre o encargo como óbice à aquisição ou ao exercício de direito, é correto afirmar que o encargo: