O poder de fiscalizar tributos é regido por normas que determinam deveres do contribuinte, tanto de fazer como de deixar de fazer.

Não é dever do contribuinte