No tocante aos tratados internacionais em matéria tributária, pode-se afirmar que: