Em um mercado de automóveis usados, um percentual dos automóveis encontra-se em más condições, sendo que os automóveis restantes encontram-se em boas condições. Os donos desses automóveis conhecem o estado dos mesmos, mas os potenciais compradores não têm como verificar esse estado antes da compra. Os donos dos automóveis em bom estado estão dispostos a vendê-los por qualquer preço acima de R$2.100,00. Os donos dos automóveis em mau estado estão dispostos a vendê-los por qualquer preço acima de R$1.000,00. Os compradores de automóveis estão dispostos a pagar até R$2.400,00 por um automóvel em bom estado e até R$1.200,00 por um automóvel em mau estado. Embora os compradores de automóvel não sejam capazes de auferir o estado de um automóvel colocado à venda, eles sabem o percentual de automóveis em mau estado. Suponha que os compradores de carros sejam neutros frente ao risco.

Nessas condições deve-se esperar que: