Considere o seguinte modelo:

Y = f(N)
W/P = f?(N)
MV = PY
Sp(r) + T = I(r) + G

onde Y = produto real; N = volume de emprego; W = salário nominal; P = nível geral de preços; r = taxa de juros; G = despesas públicas; T = receita do setor público; M = volume dos meios de pagamento; V = velocidade de circulação da moeda; S = poupança; e I = investimento. Considere ainda que as relações funcionais presentes no modelo seguem aquelas previstas no denominado modelo clássico.

Com base nestas informações, é correto afirmar que