A Lei Complementar no 101/2000 estabeleceu rígidos critérios para as despesas de pessoal pela Administração Pública.

Por seus comandos, caso a despesa com pessoal exceda a 95% do limite por ela fixado, somente será permitido: