Função Renal

            Os aminoglicosídeos, como, por exemplo, a amicacina, são antibióticos utilizados no tratamento de várias infecções. Para exercer seus efeitos sistêmicos, necessitam ser utilizados por via parenteral. O pico de concentração máxima desejado da amicacina ocorre usualmente em torno de 20 mg/L a 30 mg/L. A dose habitual de amicacina é de 5 mg/kg a 7,5 mg/kg a cada 8 ou 12 horas. Os efeitos adversos causados pelo uso de amicacina incluem a oto e a nefrotoxicidade e esses efeitos se correlacionam com os níveis plasmáticos. Sua biodisponibilidade pela via oral é muito baixa e como sua lipossolubilidade é baixa, se distribui muito pouco no tecido adiposo. Os aminoglicosídeos são excretados predominantemente pelos rins e, por esse motivo, o clearance de amicacina é semelhante ao de creatinina e pode pode ser estimado utilizando-se a seguinte fórmula: clearance de creatinina = (140 - idade) × peso (kg)/72 × creatinina plasmática. Na mulher, o número obtido deve ser multiplicado por 0,85. A meia-vida usual da amicacina é de aproximadamente 2 a 3 horas.

Considerando as informações contidas no texto acima, julgue o item subseqüente, relativo aos aminoglicosídeos e a alguns conceitos de farmacocinética.

Considere a seguinte situação hipotética.

Um homem com 84 anos de idade pesa 72 kg e apresenta creatinina plasmática de 1,6 mg/dL.

Nessa situação, os dados correspondem a um clearance aproximado de amicacina de 35 mL/min.

            Os aminoglicosídeos, como, por exemplo, a amicacina, são antibióticos utilizados no tratamento de várias infecções. Para exercer seus efeitos sistêmicos, necessitam ser utilizados por via parenteral. O pico de concentração máxima desejado da amicacina ocorre usualmente em torno de 20 mg/L a 30 mg/L. A dose habitual de amicacina é de 5 mg/kg a 7,5 mg/kg a cada 8 ou 12 horas. Os efeitos adversos causados pelo uso de amicacina incluem a oto e a nefrotoxicidade e esses efeitos se correlacionam com os níveis plasmáticos. Sua biodisponibilidade pela via oral é muito baixa e como sua lipossolubilidade é baixa, se distribui muito pouco no tecido adiposo. Os aminoglicosídeos são excretados predominantemente pelos rins e, por esse motivo, o clearance de amicacina é semelhante ao de creatinina e pode pode ser estimado utilizando-se a seguinte fórmula: clearance de creatinina = (140 - idade) × peso (kg)/72 × creatinina plasmática. Na mulher, o número obtido deve ser multiplicado por 0,85. A meia-vida usual da amicacina é de aproximadamente 2 a 3 horas.

Considerando as informações contidas no texto acima, julgue o item subseqüente, relativo aos aminoglicosídeos e a alguns conceitos de farmacocinética.

A chance de aparecimento de nefro e ototoxicidade como resultado do uso endovenoso de amicacina na dose de 7,5 mg/kg 3 vezes ao dia é menor em um paciente com obesidade mórbida que em um paciente magro.
Os rins desempenham um papel central nos mecanismos homeostáticos do corpo humano. A função renal reduzida tem forte correlação com o aumento da morbidade e mortalidade. Sobre os indicadores da função renal, assinale a alternativa correta:
A dosagem da creatinina sérica e o clearance de creatinina são valiosos parâmetros laboratoriais para a avaliação da função renal. Apesar disso, embora não se preste à realização de clearance, a dosagem da ureia sérica continua sendo de grande importância porque
Considere as afirmativas abaixo e assinale a alternativa correta.

I. A creatinina sérica é um produto metabólico formado pela descarboxilação da creatina-fosfato no músculo, e, portanto, com relação direta com a massa muscular. Homens e atletas produzem maiores quantidades de creatinina do que crianças, idosos e mulheres. O decréscimo da massa muscular no idoso deve ser considerado na interpretação dos resultados. O método de dosagem pode ser o colorimétrico e a amostra de sangue de ser coletada em tubos sem anticoagulante.

II. A ureia sérica é o metabólito quantitativamente mais importante do catabolismo das proteínas (principal fonte de excreção do nitrogênio) e da desaminação dos aminoácidos (ciclo da ornitina, que libera NH2-amoníaco). Produzida no fígado, passa para a circulação sanguínea, onde é degradada em níveis intersticiais e eliminada pelo suor, pelo trato gastrointestinal e pelo rim. O método de dosagem pode ser o cinético UV e a amostra de sangue de ser coletada em tubos sem anticoagulante.

III. O ácido úrico é o produto final do catabolismo das purinas. Seus níveis séricos estão diretamente relacionados com a velocidade de sua formação e inversamente com a velocidade e a capacidade de excreção. Outros fatores, como predisposição genética, raça, sexo, idade, peso corporal, ingestão de álcool, diabetes, dislipidemia, dieta e uso de medicamentos também influenciam seus níveis séricos. Praticamente todos os pacientes com ácido úrico elevado desenvolvem uma doença chamada gota e coceira nos pés.