CONFERP e CONRERP (Relações Públicas)
Todavia, a percepção das dificuldades prepara-nos para enfrentar situações atípicas decorrentes dos paradigmas corporativos. Neste sentido, o fenômeno da Internet acarreta um processo de reformulação e modernização dos procedimentos normalmente adotados.
A profissão de Relações Públicas no Brasil tem seu Código de Ética elaborado e aprovado pelo Conselho Federal de Profissionais de Relações Públicas.

De acordo com esse Código, é permitido ao profissional
A Resolução n.º 043/02 do Conferp especifica e ratifica como privativo das relações públicas um rol de atividades. Isso implica que tais profissionais devem realizar, com eficiência e eficácia, inúmeras atividades, entre elas:
O Conselho Federal de Profissionais de Relações Públicas (CONFERP) é o órgão que disciplina a profissão de relações-públicas. Foi criado pela Lei nº 5.377, de 11 de dezembro de 1967. Pelo Decreto-Lei nº 860, de 11 de setembro de 1969, transformou-se em autarquia regida pelos seguintes princípios aplicados à Administração Pública:
A Resolução Normativa nº 43, de 24 de agosto de 2002, do Conselho Federal de Profissionais de Relações Públicas – CONFERP – esclarece que a comunicação criada exclusivamente para formar imagem positiva em torno de uma organização, empresa, pessoa, ou ainda em torno de algo, é função da Comunicação