Filtrar por:

Os seus filtros aparecerão aqui.

Foi encontrada 220 questões

Na esfera econômica, o termo concorrência diz respeito à competição entre empresas por espaço dentro de um mercado, podendo ser classificada em dois tipos: perfeita e imperfeita. A diferença entre eles está ligada:
Considerando que os mercados possuem rendimentos constantes à escala, julgue o item a seguir, a respeito da teoria microeconômica.
 
Estando um mercado concorrencial em equilíbrio de longo prazo, se houver uma contração da demanda agregada, então, no novo equilíbrio de longo prazo, o preço será igual ao inicial.
Considerando que os mercados possuem rendimentos constantes à escala, julgue o item a seguir, a respeito da teoria microeconômica.
 
Em um mercado de concorrência perfeita, como existem livre entrada e livre saída de empresas no mercado, o lucro de curto prazo de uma empresa nunca é negativo.
 
Uma indústria local é caracterizada por meios artesanais de produção, intensivos em mão de obra pouco qualificada, sem barreiras de entrada, em que cada produtor é tomador de preços, com curva individual de oferta S cada artesão, e a quantidade total de produtores no mercado em equilíbrio é igual a N artesãos. Há um preço mínimo de subsistência pmín por unidade produzida, abaixo do qual o artesanato não compensa, hipótese em que N artesãos = 0. O mercado consumidor, principalmente externo, tem uma função de demanda bem conhecida D.

É submetido à análise um projeto para instalação de fábrica com curva de oferta, quando em plena produção, igual a S fábrica.

Abaixo constam as equações estimadas de regência do mercado.

S cada artesão = 1 + 0,01 . p
S fábrica = 6.250 + 15 . p
D = 12.000 − 100 . p
p mín = 100
N artesãos = Quantidade de artesãos em atividade no equilíbrio

No ponto de equilíbrio, sem a implantação da fábrica, o preço praticado, a quantidade de artesãos em atividade e a quantidade produzida por cada um deles será, respectivamente, de
Uma indústria local é caracterizada por meios artesanais de produção, intensivos em mão de obra pouco qualificada, sem barreiras de entrada, em que cada produtor é tomador de preços, com curva individual de oferta S cada artesão, e a quantidade total de produtores no mercado em equilíbrio é igual a N artesãos. Há um preço mínimo de subsistência pmín por unidade produzida, abaixo do qual o artesanato não compensa, hipótese em que N artesãos = 0. O mercado consumidor, principalmente externo, tem uma função de demanda bem conhecida D.

É submetido à análise um projeto para instalação de fábrica com curva de oferta, quando em plena produção, igual a S fábrica.

Abaixo constam as equações estimadas de regência do mercado.

S cada artesão = 1 + 0,01 . p
S fábrica = 6.250 + 15 . p
D = 12.000 − 100 . p
p mín = 100
N artesãos = Quantidade de artesãos em atividade no equilíbrio
 
No ponto de equilíbrio, com a implantação da fábrica, o preço praticado, a quantidade de artesãos no mercado e a quantidade consumida total será, respectivamente, de