Conceitos de Modelagem Dimensional e Business Intelligence
O grande desafio do profissional de TI que gerencia qualquer processo é a análise dos fatos relacionados àfunção que exerce em uma organização. Essa análise deve ser feita com as ferramentas e os dados disponíveis, permitindo aos executivos e gerentes detectar as tendências e tomar as decisões com eficiência e eficácia. Devido a essa necessidade, surgiu o conceito de Business Intelligence - "BI".

Assinale a alternativa que indique duas características dos atuais sistemas de Business Intelligence.
Analise as seguintes afirmações relacionadas a modelagem de dados e a projeto de banco de dados multidimensional:
I. O modelo multidimensional representa os dados como uma matriz na qual cada dimensão é um tema ou assunto do negócio que será objeto da análise. É uma técnica particularmente útil para inspeção, sumarização e arranjo de dados para facilitar a sua análise.

II. O modelo entidade-relacionamento é o "coração" do modelo multidimensional.

III. Na modelagem multidimensional, os relacionamentos são conseqüência da existência de "fatos" como intersecção de diversas "dimensões". Por exemplo, se há vendas para o cliente 499, do produto 10455, então o relacionamento entre cliente e produto está estabelecido.

IV. Por ser um sistema de consulta, o modelo multidimensional representa os dados estáticos, de forma que o tempo é uma variável que nunca será considerada como uma de suas dimensões.
Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras.
Em um banco de dados multidimensional, considere, por exemplo, que os dados podem ser representados como um array de três dimensões, correspondendo a produtos, clientes e períodos de tempo. Dessa forma, um determinado valor individual em uma célula pode representar a quantidade de um produto vendido a um cliente em um dado momento. De acordo com essa consideração,
A área de BI - Business Intelligence está diretamente envolvida com os projetos de implementação das aplicações de


A figura acima apresenta os elementos básicos da arquitetura de um sistema de suporte a decisão que foi, de forma fictícia, implantado em uma organização de monitoramento, usando-se a tecnologia de SGBDs relacionais. Esse sistema atende ao objetivo de se aprimorarem a gestão e o uso de recursos de TI em mais de 3.000 órgãos públicos federais, não tendo sido consideradas as subunidades que compõem esses órgãos.

O principal negócio dessa organização é o monitoramento e controle da governança de TI desses órgãos, por meio de: aplicação e análise de questionários com questões fechadas (objetivas) e abertas (subjetivas) que, disponíveis via web, abordem aspectos relacionados à governança de TI conforme o modelo COBIT; análise de informações oriundas de coletores de dados online sobre os níveis de serviços e o emprego de recursos de TI nas organizações; prestação de serviço online visando à orientação e à normatização de compras de bens e serviços de TI; auditorias regulares.

Algumas das informações produzidas a cada dia pelos coletores de dados online de cada organização monitorada são: quantidade de computadores desktop em funcionamento dentro da rede; horas de disponibilidade de cada um dos serviços online prestados pela organização (sítio web, servidor de webmail, FTP, sistemas aplicativos, atendimento a usuários por meio de birô de serviços etc.); despesas e investimentos planejados (empenhados) e executados na aquisição de bens e serviços de TI registrados no sistema de administração financeira. Para bem planejar e desempenhar sua missão, a organização de monitoramento implementou um sistema de apoio à decisão, conforme a arquitetura esboçada na figura acima.

Considerando a figura e as informações acima bem como os conceitos pertinentes ao sistema mencionado, julgue os itens a seguir.

Os dados de controle de processamento da camada #B serão acessíveis a poucos funcionários servidores da organização de monitoramento e controle. A fim de agilizar o processo de extração, transformação e carga dos dados operacionais, estes devem ser armazenados de forma denormalizada na camada #B.