COFECON e CORECON (Economia)
O crédito dos órgãos controladores do exercício profissional criados pela Lei nº6.206/75 serão exigíveis:
Das deliberações dos CORECON’s será admitido recurso em face de razões de legalidade e mérito, interposto:
A profissão de Economista, observadas as condições previstas na Lei nº1.411/51, se exerce na órbita pública e na órbita privada:
Incorre em falta, o profissional que exerce suas atribuições sem o competente registro, tornando ilegal o exercício da profissão de Economista e punível o infrator, ainda com:
De acordo com a Consolidação da Legislação disponível no sítio do COFECON, é CORRETO afirmar que terão precedência hierárquica dentro do sistema normativo da profissão de economista, dentre as citadas a seguir, sucessivamente: