Cinemática e Dinâmica de Mecanismos
Os três pontos assinalados na vista de topo da figura abaixo indicam as concentrações de massa em um rotor cilíndrico desbalanceado.



Do polígono de vetores, que determina sobre a circunferência tracejada a posição angular da massa de adição para solucionar o problema, deduz-se que


O mecanismo biela-manivela-pistão de um motor de combustão interna é mostrado na figura a seguir.


Admitindo que a força F exercida sobre o pistão é constante, determine o torque M transmitido pelo girabrequim para = 45o.



No mecanismo biela-manivela, esquematizado na figura acima, o braço d mede 200 mm e gira à velocidade constante = 5 rad/s e o comprimento equivale a 2d.

Acerca desse sistema, é correto afirmar que, para a condição = 0, a

aceleração da articulação A é 5 m/s2.


No mecanismo biela-manivela, esquematizado na figura acima, o braço d mede 200 mm e gira à velocidade constante = 5 rad/s e o comprimento equivale a 2d.

Acerca desse sistema, é correto afirmar que, para a condição = 0, a

velocidade angular da barra AB é maior que a do braço OA.



No mecanismo biela-manivela, esquematizado na figura acima, o braço d mede 200 mm e gira à velocidade constante = 5 rad/s e o comprimento equivale a 2d.

Acerca desse sistema, é correto afirmar que, para a condição = 0, a

aceleração da articulação B é igual à da articulação A.