Avaliação Respiratória
Em um paciente com diagnóstico de pneumotórax extenso à direita observa-se expansibilidade torácica
Quanto à avaliação dos músculos respiratórios, é correto afirmar:
Questão anulada
Atenção: Para responder à questão, considere a situação abaixo.

Carlos Eduardo, 57 anos, com diagnóstico de doença pulmonar obstrutiva crônica − DPOC, apresenta tosse produtiva crônica e dispneia. Realizou o teste de função pulmonar, o que indicou que o paciente apresenta alterações no estado pulmonar, predispondo-o a infeções respiratórias frequentes.

As alterações no teste de função pulmonar que Carlos Eduardo apresenta são:
A coluna da esquerda apresenta a classificação da dispneia e a da direita, suas características. Numere a coluna da direita de acordo com a da esquerda.
 
1 – De esforço
( ) Paciente acorda com intensa dispneia, acompanhada de sufocação, tosse seca e opressão torácica.
2 – Ortopneia
( ) Caracteriza-se por períodos de apneia, seguidos de movimentos respiratórios, a princípio superficiais, que se tornam mais profundos até chegar ao máximo, depois reduzindo paulatinamente, até nova fase de apneia.
3 – Paroxística noturna
( ) Surge quando o paciente assume a posição deitada, e melhora com a elevação do tronco.
4 – Cheyne-Stoke
( ) Comum na insuficiência ventricular esquerda, aparece quando o paciente executa esforço físico.
 
Marque a sequência correta.
Uma paciente de 67 anos de idade foi admitida no serviço de emergência com um diagnóstico de DPOC. Ela apresenta desnutrição, fraqueza muscular, febre (38o C), expectoração abundante e purulenta, com freqüência respiratória de 42 ipm, freqüência cardíaca de 125 bpm, sinal de Hoover e uso de musculatura acessória. A gasometria arterial, em ar ambiente, revelou pH de 7,29, PaO2 de 63 mmHg, PaCO2 de 57 mmHg e [HCO3] de 25 mmol/L.
 
Com referência ao quadro clínico acima e à patologia nele referida (DPOC), julgue o item a seguir.
 
A paciente em questão apresenta insuficiência respiratória do tipo 1.