Artes, Cultura e Sociedade no Regime Militar
O que temos que ter sempre em mente é que o acompanhamento das preferências de consumo é uma das consequências do levantamento das variáveis envolvidas. A prática cotidiana prova que o julgamento imparcial das eventualidades ainda não demonstrou convincentemente que vai participar na mudança dos níveis de motivação departamental.
Leia o texto a seguir.
 
Vai passar
Nessa avenida um samba popular
Cada paralelepípedo da velha cidade
Essa noite vai se arrepiar
(…)
Num tempo página infeliz da nossa história
Passagem desbotada na memória
Das nossas novas gerações
Dormia a nossa pátria mãe tão distraída
Sem perceber que era subtraída
Em tenebrosas transações
Seus filhos erravam cegos pelo continente
Levavam pedras feito penitentes
Erguendo estranhas catedrais
E um dia, afinal
Tinham direito a uma alegria fugaz
Uma ofegante epidemia
Que se chamava carnaval
O carnaval, o carnaval
(Vai passar)
(…)
Meu Deus, vem olhar
Vem ver de perto uma cidade a cantar
A evolução da liberdade
Até o dia clarear
(…)

(Samba-enredo composto por Chico Buarque e Francis Hime. 1984)
 
Chico Buarque e Francis Hime, assim como outros músicos e compositores brasileiros, usaram a sua arte para relatar fatos censurados e denunciar o regime militar (1964-1984), burlando, poeticamente, a censura.
 
O trecho do samba-enredo Vai passar refere-se
Neste ano de 2014, a Bahia sedia a III Bienal da Bahia. É uma retomada triunfal de uma tradição expositiva interrompida há 46 anos, quando o regime militar fechou a II Bienal da Bahia e confiscou 10 obras consideradas “subversivas”.

O episódio da censura à bienal baiana de 1968 é um exemplo do conflito entre a arte moderna brasileira e a ditadura militar. A esse respeito, assinale a opção que identifica corretamente uma das razões deste conflito.
No que se refere à República brasileira entre 1889 e 1964, julgue o próximo item.
 
A bossa nova foi criada como um movimento cultural de contestação à ditadura durante o governo de Ernesto Geisel.
Entre 1967 e 1974, a ditadura consolidou um modelo de modernização conservadora e ditatorial, impulsionada pelo Estado. Houve, em grande medida, uma retomada da tradição nacional-estatista e da noção da importância-chave do Estado como promotor e regulador da economia, da política e da cultura.
 
Daniel Aarão Reis. In: História do Brasil Nação. Rio de Janeiro: Objetiva/MAPFRE, 2014, v. 5 (1964-2010), p. 23-4 (com adaptações).

Considerando o trecho de texto acima e o período histórico nele referido, julgue (C ou E) o item a seguir.
 
Houve a estatização da indústria cinematográfica, com a criação da empresa estatal EMBRAFILME, que tinha o monopólio da produção e distribuição de filmes no Brasil.