Filtrar por:

Os seus filtros aparecerão aqui.

Foi encontrada 254 questões

Com um desempenho superior ao registrado no ano anterior, o PIB (Produto Interno Bruto) do Brasil teve um crescimento de 2,3%, em 2013. Dentre as alternativas a seguir, qual representa um setor considerado fundamental para a conquista deste resultado?
Atualmente, produtos agrícolas como a soja e a fruticultura vêm sendo largamente cultivados em solos de cerrados. Todas as opções abaixo justificam esse fato, EXCETO uma.

Assinale-a.
Sobre as atividades agrárias e a estrutura fundiária do espaço brasileiro, considere as afirmativas abaixo.

I - A recente mecanização da agricultura reduziu a oferta de trabalho no campo, contribuindo, assim, para a formação de um contingente de trabalhadores desempregados e/ou temporários e de posseiros.

II - A expansão acelerada das fronteiras agrícolas e a estrutura fundiária concentradora geram permanentes e crescentes conflitos pela posse da terra, resultando quase sempre na expropriação de grileiros.

III - A força histórica da aristocracia rural, reforçada pela Lei de Terras de 1850, gerou um modelo concentrador cujas tentativas de desarticulação têm-se mostrado, muitas vezes, inócuas.

IV - As dificuldades de cultivo no atual Estado do Tocantins remontam ao século XVI, quando a região ainda pertencia à Espanha, que esgotou o solo do território com a atividade mineradora.

Estão corretas as afirmativas:
O Senado retoma o debate sobre a Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco, acordo internacional promovido pela Organização Mundial de Saúde para reduzir a produção e o consumo do tabaco. O assunto reacende na Casa a polêmica entre a área médica e os produtores de fumo no país. O texto da Convenção já foi ratificado pela Câmara dos Deputados. Duas campanhas paralelas se desenrolaram desde que a Convenção foi assinada pelo governo brasileiro e enviada ao Congresso Nacional para ser ratificada. A organização não-governamental Rede Tabaco Zero alia-se ao Instituto Nacional do Câncer para cobrar do Senado a ratificação imediata do acordo, o que, segundo a entidade, abriria caminho para a definição de regras para substituir a produção de fumo por outras culturas, com o auxílio do Banco Mundial. Já a Associação dos Fumicultores do Brasil resiste à ratificação por acreditar que ela provocaria uma imediata fuga de capitais do país em razão da desconfiança dos investidores em um mercado que estaria fadado a acabar.
 
Jornal do Senado, Ano XI, n.º 2.097/22, 14-20/3/2005, p. 8 (com adaptações).
 
Tendo o texto acima como referência inicial e considerando a dimensão do tema por ele abordado, julgue o item seguinte.
 
Para os fumicultores, a Convenção-Quadro torna-se inaceitável porque, entre outras falhas, propõe a eliminação do cultivo do tabaco sem oferecer apoio técnico e financeiro aos produtores interessados em substituí-lo por outras modalidades de produção agrícola.
As experiências acumuladas demonstram que a mobilidade dos capitais internacionais exige a precisão e a definição do sistema de participação geral.