Administração de carteiras, diversificação e minimização de riscos
De acordo com a Resolução nº 2.682/1999, do Banco Central do Brasil, a classificação das operações em níveis de risco deve ser revista:

I. A cada mudança de titularidade.

II. Mensalmente, por ocasião dos balanços e balancetes, em função do atraso verificado no pagamento de parcela de principal ou de encargos.

III. A cada seis meses, para operações de um mesmo cliente ou grupo econômico cujo montante seja superior a 5% do Patrimônio Líquido ajustado.

IV. Uma vez a cada doze meses, em todas as situações, exceto na hipótese de operações contratadas com cliente cuja responsabilidade total seja inferior a R$ 50.000,00, as quais terão classificação específica.

V. Sempre que o cliente mudar de endereço.

Quais estão corretas?
No setor financeiro, o mecanismo de “trava” é entendido como uma estratégia utilizada
No que se refere a matemática financeira e finanças, julgue o item seguinte.
 
A diversificação de carteira com o objetivo de reduzir o risco é produtiva até determinado ponto, além do qual a incorporação de novos ativos deixa de produzir efeito identificável no risco da carteira.