Filtrar por:

Os seus filtros aparecerão aqui.

Foi encontrada 6 questões

Em relação às restaurações em dentes tratados endodonticamente, é correto afirmar, EXCETO:
Com relação aos materiais restauradores e protetores, bem como às suas indicações e técnicas restauradoras, julgue o seguinte item.
 
Os dentes pré-molares, quando submetidos ao tratamento endodôntico, geralmente perdem grande parte da sua estrutura dentinária.
 
Por essa razão, a técnica restauradora, nesses casos, deve ser, preferencialmente, adesiva, com o objetivo de unir as estruturas remanescentes, diminuindo-se o risco de fratura coronária.

Ao término de um tratamento endodôntico, muitas vezes há necessidade de se restaurar o elemento dentário, para que ele possa exercer o seu papel funcional e(ou) estético. Existem diversas técnicas e materiais que possibilitam essa reabilitação dentária.

Acerca desse assunto, julgue o item subseqüente.

A perda do teto da câmara pulpar de um pré-molar ou molar diminui a resistência da estrutura dentária, porém, se as cristas marginais estiverem preservadas e as faces livres (vestibular e palatina), essa perda de estrutura não será significativa.

Ao término de um tratamento endodôntico, muitas vezes há necessidade de se restaurar o elemento dentário, para que ele possa exercer o seu papel funcional e(ou) estético. Existem diversas técnicas e materiais que possibilitam essa reabilitação dentária.

Acerca desse assunto, julgue o item subseqüente.

Após a perda da vitalidade pulpar ou tratamento endodôntico, a dentina torna-se mais frágil devido ao ressecamento e tende a fraturar-se com maior facilidade, exigindo reforço mediante procedimentos restauradores.

Ao término de um tratamento endodôntico, muitas vezes há necessidade de se restaurar o elemento dentário, para que ele possa exercer o seu papel funcional e(ou) estético. Existem diversas técnicas e materiais que possibilitam essa reabilitação dentária.

Acerca desse assunto, julgue o item subseqüente.

Pinos resinosos reforçados com fibra de vidro têm sido utilizados como retentores em dentes tratados endodonticamente e possurem rigidez semelhante à da dentina, o que reduz o risco de fraturas radiculares. Eles permitem restaurações coronárias com compósitos ou coroas protéticas em cerâmicas puras ou não.