Filtrar por:

Os seus filtros aparecerão aqui.

Foi encontrada 18 questões

Sobre o processo de consolidação da monarquia no Brasil, assinale a alternativa CORRETA.
A monarquia no Brasil foi uma forma política adotada durante boa parte do século XIX. Foi conduzida inicialmente por D. João VI e depois continuada pelos seus descendentes. Entretanto, houve uma ruptura nessa forma de governo que durou 9 anos, entre 1831 e 1840. Esse intervalo chamado de período regencial foi necessário porque
Sobre a Guarda Nacional, é correto afirmar que:
Uns viam na abdicação uma verdadeira revolução, sonhando com um governo de conteúdo republicano; outros exigiam o respeito à Constituição, esperando alcançar, assim, a consolidação da Monarquia. Para alguns, somente uma Monarquia centralizada seria capaz de preservar a integridade territorial do Brasil; outros permaneciam ardorosos defensores de uma organização federativa, à semelhança da jovem República norte-americana. Havia aqueles que imaginavam que somente um Poder Executivo forte seria capaz de garantir e preservar a ordem vigente; assim como havia os que eram favoráveis à atribuição de amplas prerrogativas à Câmara dos Deputados, por entenderem que somente ali estariam representados os interesses das diversas províncias e regiões do Império.
 
MATTOS, I. R.; GONÇALVES, M. A. O Império da boa sociedade: a consolidação do Estado imperial brasileiro. São Paulo: Atual, 1991 (adaptado).
 
O cenário descrito revela a seguinte característica política do período regencial:
Ainda assim, existem dúvidas a respeito de como o desenvolvimento contínuo de distintas formas de atuação auxilia a preparação e a composição dos relacionamentos verticais entre as hierarquias. O incentivo ao avanço tecnológico, assim como a constante divulgação das informações deve passar por modificações independentemente do levantamento das variáveis envolvidas. Não obstante, a expansão dos mercados mundiais pode nos levar a considerar a reestruturação dos níveis de motivação departamental.