Filtrar por:

Os seus filtros aparecerão aqui.

Foi encontrada 59 questões

A substituição periódica dos presidentes da República — sempre eleitos pelo Congresso Nacional ou pelo Colégio Eleitoral, ainda que de modo meramente homologatório — abriu, em duas circunstâncias, espaço para que a oposição apresentasse seu programa, mesmo sob a vigência do Ato Institucional n.º 5 (AI–5). A anticandidatura de Ulysses Guimarães, em 1973, e a candidatura do general Euler Bentes Monteiro, em 1978, caracterizaram momentos em que o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) usou com habilidade as brechas da legislação autoritária para apresentar ideias e criticar duramente o regime.

Marco Antonio Villa. Ditadura à brasileira: 1964–1985 – A democracia golpeada à esquerda e à direita. São Paulo: LeYa, 2014, p. 374-5 (com adaptações).

Tendo o texto acima como referência inicial e considerando fatos e personagens que se destacaram ao longo do regime autoritário instaurado, no Brasil, em 1964, julgue o item.
 
Sob o ponto de vista político, a principal marca do regime autoritário instaurado com a deposição de João Goulart foi a supressão das eleições diretas em todos os níveis, na maior parte do período, e o fim do alistamento eleitoral obrigatório aos dezoito anos de idade, o que reduziu significativamente o número de eleitores no país.
No Brasil, o início dos anos 60 do século passado foi marcado pela elevação da temperatura política: o debate de idéias e de projetos para o país, em marcha ascendente desde a década anterior, alcançava dimensão muito mais vigorosa, provavelmente refletindo, entre outras, as repercussões da Revolução Cubana. Vivia-se a tensão do confronto ideológico entre esquerda e direita. Em 1964, um golpe de Estado interrompeu esse processo e instaurou um regime de força que, por cerca de vinte anos, conduziu o Estado brasileiro. Esgotado esse modelo político, em meio a uma grave crise econômica, procedeu-se à transição que faria o país retornar ao leito democrático. No que se refere a esse período da História brasileira, julgue o item que se segue.
 
O primeiro governo do ciclo militar, o do marechal Castelo Branco, caracterizou-se pela política de braços abertos aos adversários, consolidada pela recusa em cassar mandatos e em suspender direitos políticos, atitudes que seriam a tônica de seus sucessores.
No Brasil, o início dos anos 60 do século passado foi marcado pela elevação da temperatura política: o debate de idéias e de projetos para o país, em marcha ascendente desde a década anterior, alcançava dimensão muito mais vigorosa, provavelmente refletindo, entre outras, as repercussões da Revolução Cubana. Vivia-se a tensão do confronto ideológico entre esquerda e direita. Em 1964, um golpe de Estado interrompeu esse processo e instaurou um regime de força que, por cerca de vinte anos, conduziu o Estado brasileiro. Esgotado esse modelo político, em meio a uma grave crise econômica, procedeu-se à transição que faria o país retornar ao leito democrático. No que se refere a esse período da História brasileira, julgue o item que se segue.
 
Um crescente sentimento de oposição, inclusive expresso por meio de passeatas, contribuiu para que o regime militar editasse, em 1968, o Ato Institucional N.o 5, ampliando seu caráter centralizador e repressor.
Sobre os Governos Militares, considere as seguintes proposições:

I. O movimento militar de 1964 foi amplamente rejeitado pelos Estados Unidos, devido à sua orientação socialista.
 
II. O Ato Institucional número 5, lançado no Governo de Castelo Branco, é um importante instrumento jurídico, típico de países democráticos.
 
III. O chamado ‘milagre econômico’ ocorreu durante o Governo Médici.
 
IV. A volta ao pluripartidarismo ocorreu durante o Governo de João Figueiredo.
 

 Está(ão) correta(s)

O Ato Institucional nº 5, o AI5, se tornou verdadeiro símbolo de legislação ditatorial do regime militar. Este Ato dava ao Presidente da República o direito de caçar mandatos, de suspender os direitos políticos e fechar o Congresso Nacional. O AI5 foi instituído no governo de: